domingo, julho 20, 2014

Qual é a porcentagem do nosso cérebro que realmente usamos?


Você já deve ter ouvido alguém falar que nós usamos apenas 10% da capacidade total de nossos cérebros. Mas, será que essa informação é verdadeira? O vídeo abaixo, do TEDed, vai explicar melhor essa história e mostrar como o nosso cérebro realmente funciona.



* Se as legendas não surgirem automaticamente, ative a opção no player.

domingo, dezembro 23, 2012

Pesquisa afirma: não se prende parceiro abrindo as pernas

Pesquisadores da Brigham Young University descobriram que existe uma correlação direta entre a duração e a força de uma parceria e da quantidade de tempo que levou para o casal manter sua primeira relação sexual.
De acordo com o “estudo”, portanto, os casais que esperam mais tempo sem fazer sexo, têm maiores chances de ficarem juntos por um longo período. Ou seja, mulheres, não reclamem que o bonitão não ligou no dia seguinte. Abriu as pernas, o coração fugiu.

quarta-feira, dezembro 05, 2012

Quando a vida imita a arte: Serpentes a bordo


Serpentes a bordo: não acontece apenas no cinema
Um avião da companhia aérea Egypt Air com 90 pessoas a bordo foi obrigado a fazer um pouso de emergência após um passageiro ser mordido por uma serpente durante um voo entre o Cairo e o Kuwait, informa nesta quarta-feira a rede de notícias CNN.
Segundo a CNN, um jordaniano de 48 anos conseguiu burlar a segurança aeroportuária e embarcar com uma naja egípcia escondida em sua bagagem de mão. O homem, que possui uma loja de répteis no Kuwait, controlou a serpente após ser mordido e o animal rastejar entre assentos.
Não há informações sobre o comportamento dos demais passageiros durante o incidente, mas o avião fez um pouso de emergência na cidade egípcia de Al Ghardaqa, na costa do Mar Vermelho, segundo o jornal The Jordan Times. O voo foi retomado após a serpente ser confiscada pelas autoridades.
O diário egípcio al-Masry al-Youm informou que o homem se recusou a receber tratamento médico alegando que a ferida era apenas superficial. Ele também teria se recusado a ficar 24 horas em observação em um hospital
As najas egípcias são naturais do norte da África. Segundo a CNN, especialistas em vida animal dizem que o veneno da serpente, se totalmente aplicado, pode matar um elefante adulto em três horas e uma pessoa em 15 minutos.

segunda-feira, dezembro 03, 2012

Coreia do Norte diz ter encontrado toca de unicórnio


Norte-coreanos afirmam ter encontrado "toca de unicórnios"
A agência oficial de notícias da Coreia do Norte (KCNA) publicou, nesta semana, que arqueólogos de Pyongyang descobriram uma toca de unicórnio. O relatório afirma que os especialistas "reconfirmaram recentemente" a toca de um dos unicórnios montados pelo antigo rei coreano Tongmyong. O monarca que aparentemente cavalgou em animais mágicos com chifres fundou um reino que governou partes da China e da península coreana do século III a. C. até o século VII.
Segundo a KCNA, a toca do unicórnio fica a 200 metros de um templo na capital do país. "Uma rocha retangular gravada com as palavras 'Toca de Unicórnio' fica em frente à toca", disse a agência.
"Acredita-se que as palavras gravadas são do período do Reino de Koryo (918-1392)", afirmou a KCNA. A descoberta da suposta toca de unicórnio é creditada a arqueólogos da Academia de Ciências Sociais do Instituto de História da Coreia do Norte.

Com informações do The Guardian.

segunda-feira, novembro 26, 2012

Canadense pesca atum de 450 kg


pesca no mar
Marc Towers (esq.) pescou um atum-rabilho de 453 kg
Canso, Canada -Não, não é história de pescador. Marc Towers, na esquerda da foto, pode se gabar com seus amigos: pescou um atum de 453 kg. Segundo Towers, ele teve de lutar mais de 2 horas com o peixe até conseguir puxá-lo para a superfície.
De acordo com o jornal Daily Mail, o atum será vendido no Japão por mais de R$ 66 mil e, caso vire sushi, daria pra fazer mais de 20 mil peças.
Neil Cooke, amigo de Towers, disse que não haviam percebido o tamanho do peixe até ele chegar a cerca de 5 metros da superfície da água. "Marc demorou duas horas para puxá-lo, e começamos a ver a forma dele quando o capitão disse 'pode ser um peixe grande'", afirmou Cooke. "De repente, ele surgiu na superfície e todos dissemos 'É um monstro!'".
Como o peixe era muito grande, os pescadores não conseguiram puxá-lo para dentro do barco. Assim, tiveram de amarrar o peixe e "rebocá-lo" até o porto.
Embora o atum-rabilho de Marc Towers seja realmente grande, o recorde atual pertence a Ken Fraser, que fisgou um atum de 678 kg.

quinta-feira, novembro 22, 2012

Sandy Island: a verdadeira ilha de lost

lost
A Ilha de Sandy, segundo o Google Earth, estaria a cerca de 1.000 Km da costa australiana
Pacífico Sul, Mar de Corais - Identificada pelo Google Earth e por alguns dos maiores atlas mundiais, a ilha de Sandy, segundo uma equipe de pesquisadores australianos, não existiria.
Os cientistas partiram, em vão, à procura dessa massa de terra durante uma expedição geológica. Contudo, ficaram intrigados ao chegar ao local indicado pela coordenadas do GPS e ver apenas o azul do Oceano Pacífico - a ilha simplesmente não estava lá.

lost island
A ilha aparece como uma mancha escura nas imagens do Google Earth
Segundo o Google Earth, existe uma ilha, entre a Austrália e a Nova Caledônia, cujo nome é Sandy Islando (Ilha da Areia), mais precisamente no Mar de Corais. Já o "Times Atlas of the World", referência mundial, identifica a ilha sob o nome de Sable Island.
De acordo com os cientistas, as pesquisas indicam que há, no local da ilha, uma profundidade de 1.400 metros, considerada por eles como "muito grande". Conforme Seton, que participou da expedição, a ilha "está no Google Earth e em outros mapas. Mas nós verificamos e não há nenhum ilha. Ficamos surpresos, é muito bizarro", acrescentou.
O porta-voz do Google declarou o seguinte: "Uma das coisas mais excitantes sobre mapas e geografia é que o mundo não para de evoluir. E manter o ritmo dessas mudanças é uma tarefa que nunca termina." Ou, talvez, a ilha de Lost não seja tão fictícia assim...

Com informações da AFP e do Jornal Zero Hora.

Os males do Facebook


estudo
Segundo estudo, usuários do Facebook tendem a se tornarem malvados
Com informações da Folha de São Paulo - De acordo com um estudo das Universidades de Colúmbia e de Pittsburgh, o Facebook deixaria seus usuários mais gordos, pobres e malvados, pois a imagem positiva que surgiria a partir da página faria com que o autocontrole das pessoas diminuísse.
Conforme Keith Wilcox, um dos pesquisadores envolvidos no estudo, "quando você se sente bem consigo mesmo, você se sente no direito de fazer as coisas. E você quer proteger aquela imagem melhorada, o que faz com que as pessoas reajam tão fortemente àquelas que não concordam com suas opiniões".

Os "populares" do Facebook: sabe aquelas pessoas com milhares de amigos, várias fotos em que aparece sempre se divertindo, atualizações frequentes e que parecem felizes e bem-sucedidas? Pois então, segundo o estudo, as pessoas que passavam mais tempo on-line e tinham muitos amigos na rede social tinham mais tendências a comer besteira e ter mais gordura no corpo, assim como mais dívidas no cartão de crédito.
Ademais, os fãs do Facebook desistiam mais facilmente na hora de resolver problemas matemáticos e lógicos. 
O estudo foi dividido em cinco partes e contou com 541 participantes. O jornal estadunidense The Wall Street Journal tentou contatar o Facebook, mas o porta-voz da empresa não quis comentar o estudo.

Agora, leia a frase abaixo, supostamente do maior físico de todos os tempos, Albert Einstein:

"Temo o dia em que a tecnologia se sobreponha à humanidade. Então o mundo terá uma geração de idiotas."

Meu querido Albert, esse dia já chegou. Sejamos todos bem-vindos ao mundo dos idiotas.

quarta-feira, novembro 21, 2012

Por confusão em avião, brasileiro pode pegar 20 anos de prisão


american airlines
Brasileiro folgado tenta viajar de primeira classe pagando a econômica
Miami, EUA - Um brasileiro pode ser condenado a 20 anos de prisão nos Estados Unidos por envolver-se em uma confusão com a tripulação de um voo de São Paulo a Miami. De acordo com testemunhas, o passageiro tentou, a todo custo, viajar de primeira classe. Após ser controlado pela tripulação, o homem teve de se contentar em viajar algemado para os Estados Unidos.
De acordo com as queixas prestadas pela companhia à polícia, o passageiro Rodrigo Pérez Figueiras teria intimidado a tripulação e alterado o plano de voo - por causa de sua atitude suspeita.
Conforme um jornal brasileiro, o incidente teria ocorrido em 5 de novembro, durante um voo da American Airlines. O passageiro brasileiro, que viajava na classe econômica, se sentou várias vezes em uma poltrona da primeira classe, apesar de os funcionários da companhia terem chamado a sua atenção.

Passageiros ajudaram a tripulação para controlar o brasileiro
De acordo com o Terra Brasil, o brasileiro teria, até mesmo, tentado morder um membro da tripulação. Com a ajuda do capitão e de alguns passageiros, a situação foi controlada e Rodrigo algemado. Ao chegar em Miami, o brasileiro foi detido e permanece preso à espera da sua sentença.