-

Os males do Facebook


estudo
Segundo estudo, usuários do Facebook tendem a se tornarem malvados
Com informações da Folha de São Paulo - De acordo com um estudo das Universidades de Colúmbia e de Pittsburgh, o Facebook deixaria seus usuários mais gordos, pobres e malvados, pois a imagem positiva que surgiria a partir da página faria com que o autocontrole das pessoas diminuísse.
Conforme Keith Wilcox, um dos pesquisadores envolvidos no estudo, "quando você se sente bem consigo mesmo, você se sente no direito de fazer as coisas. E você quer proteger aquela imagem melhorada, o que faz com que as pessoas reajam tão fortemente àquelas que não concordam com suas opiniões".

Os "populares" do Facebook: sabe aquelas pessoas com milhares de amigos, várias fotos em que aparece sempre se divertindo, atualizações frequentes e que parecem felizes e bem-sucedidas? Pois então, segundo o estudo, as pessoas que passavam mais tempo on-line e tinham muitos amigos na rede social tinham mais tendências a comer besteira e ter mais gordura no corpo, assim como mais dívidas no cartão de crédito.
Ademais, os fãs do Facebook desistiam mais facilmente na hora de resolver problemas matemáticos e lógicos. 
O estudo foi dividido em cinco partes e contou com 541 participantes. O jornal estadunidense The Wall Street Journal tentou contatar o Facebook, mas o porta-voz da empresa não quis comentar o estudo.

Agora, leia a frase abaixo, supostamente do maior físico de todos os tempos, Albert Einstein:

"Temo o dia em que a tecnologia se sobreponha à humanidade. Então o mundo terá uma geração de idiotas."

Meu querido Albert, esse dia já chegou. Sejamos todos bem-vindos ao mundo dos idiotas.